Vírus HPV



Conheça o hotsite
sobre o Vírus


Atenção!

1. Use sempre camisinha.

2. É muito importante que você procure seu médico de confiança.

3. Algumas ilustrações colocadas neste site foram encontradas na Internet sem autoria conhecida.  Caso alguém que detenha a autoria queira a remoção é só nos comunicar, e-mail

4. Clique aqui e veja quais são os Objetivos do Site.



Vasectomia

A Vasectomia consiste na obstrução do canal deferente através de pequeno corte realizado na bolsa escrotal. Esse canal permite a passagem do espermatozóides que sai do testículo e vai ser armazenado na vesícula seminal. Dessa maneira a Vasectomia impede a passagem dos espermatozóides evitando a fecundação. A Vasectomia é um método de anticoncepção masculino definitivo, isso quer dizer que deve ser considerado como irreversível.

Veja aqui as fotos da Vasectomia.

QUAIS SÃO OS MÉTODOS ANTICONCEPCIONAIS?

Os métodos de anticoncepção podem ser definitivos ou temporários.

Os métodos definitivos devem ser considerados irreversíveis e adotados por casais que não queiram ter mais filhos. São a vasectomia no homem e a laqueadura na mulher.

Os métodos temporários são aqueles que devem ser adotados quando ambos ou um dos parceiros ainda tem dúvida em relação ao número ideal de filhos. Os métodos temporários podem ser:

• Hormonal (pílula ou injeções)
• DIU (dispositivo intrauterino, é um pequeno objeto de forma adequada que é colocado no colo do útero)
• Tabelinha (método de controle da ovulação)
• Diafragma (dispositivo de látex colocado no interior da vagina)
• Camisinha (dispositivo de látex colocado no pênis)
• Coito interrompido (retirada do pênis no momento da ejaculação).

COMO É FEITA A SELEÇÃO DO MÉTODO IDEAL?

A princípio todo homem pode ser submetido a vasectomia, porém sabemos que a decisão do método varia de casal para casal, e o que é considerado bom para uns pode não ser para outros. A vasectomia não deve ser indicada em homens que apresentem alterações na região escrotal como: infecção da pele escrotal, hidroceles grandes, hérnias que vão até a região escrotal, etc.
Dessa maneira a vasectomia deve ser bem indicada para evitar arrependimentos. É realizada uma avaliação prévia do casal, sendo orientado o método ideal.
A seleção de um método definitivo deve levar em consideração a idade dos dois (geralmente acima dos 28 anos), número de filhos (ideal acima de dois), motivo que determinou a escolha do método, e avaliação dos métodos já utilizados.

O QUE É A LAQUEADURA?

A laqueadura consiste na obstrução das trompas. As trompas permitem a passagem do óvulo que sai do ovário e caminha até o útero. Nesse trajeto ocorre a fecundação, que é o encontro entre o óvulo e o espermatozóide.

A VASECTOMIA É REVERSÍVEL?

A vasectomia deve ser considerada como um método definitivo, porém, nos casos de arrependimento pode ser realizada a cirurgia de reversão (deferento-deferento anastomose) ou a punção testicular de espermatozóides com inseminação, nesse caso não precisa de cirurgia e o procedimento é realizado com anestesia local (micromanipulação de gametas).

COMO É A CIRURGIA?

A vasectomia é um procedimento relativamente simples realizado com anestesia local, e com um kit de microcirurgia que proporciona mais facilidade na realização do procedimento. Assim, a agressão é menor, a incisão cirúrgica é mínima, e a recuperação é mais rápida.
Para a obstrução do canal deferente é realizada a ressecção de um pequeno segmento, cauterização da luz e ligadura das extremidades, evitando-se assim a recanalização que não é freqüente.

ORIENTAÇÕES ANTES DO PROCEDIMENTO:

• tricotomia escrotal (cortar os pelos escrotais);
• jejum de 6 horas;
• suspensório escrotal.

ORIENTAÇÕES APÓS O PROCEDIMENTO:

• bolsa de gelo por 4 horas;
• usar suspensório escrotal por 4 dias;
• iniciar relações sexuais após o quarto dia utilizando o método de anticoncepção que vinha sendo usado até então;
• após 20 ejaculações (masturbação ou relações) fazer o espermograma com cultura de controle;
• evitar exercícios e esfôrço físico excessivo por aproximadamente 15 dias.

VANTAGENS DA VASECTOMIA
1. anestesia local e procedimento ambulatorial;
2. não mexe na cavidade abdominal;
3. permite controle do sucesso do procedimento através do espermograma.

OBSERVAÇÕES GERAIS
1. Não altera o volume do líquido ejaculado uma vez que com a ligadura do deferente, é impedida a passagem apenas do espermatozóide, e o volume seminal depende da vesícula seminal e da próstata que continua como antes.
2. Não é castração, pois a castração consiste na retirada dos testículos.
3. Não existe alteração hormonal, pois o hormônio masculino (testosterona) que é produzido pelo testículo vai para o sangue e não passa pelo deferente.
4. Não causa impotência sexual pois não tem alteração hormonal. Como o casal fica menos preocupado, a performance sexual melhora sensivelmente.

Prof.: Dr Júlio José Máximo de Carvalho - Telefone: (11) 3832-0505

Voltar
 
Publicações




Falando sobre o HPV
Papilomavírus humano




Manual prático do HPV
Papilomavírus humano

Copyright © Insituto Garnet - Rua Búlgara, 190 - Lapa - São Paulo - CEP 05057-060 - Fone: (11) 3832-0505 - Última atualização em  26/06/2009
Desenvolvimento: Primeira Impressão Design