Vírus HPV



Conheça o hotsite
sobre o Vírus


Atenção!

1. Use sempre camisinha.

2. É muito importante que você procure seu médico de confiança.

3. Algumas ilustrações colocadas neste site foram encontradas na Internet sem autoria conhecida.  Caso alguém que detenha a autoria queira a remoção é só nos comunicar, e-mail

4. Clique aqui e veja quais são os Objetivos do Site.



Câncer de Próstata

Considerada como a segunda neoplasia mais freqüente do homem, perdendo apenas para o câncer de pulmão. O paciente com câncer de próstata geralmente não apresenta sintomas, dessa maneira o exame periódico de prevenção é de suma importância para o diagnóstico precoce da doença. Alguns homens após os 40 anos de idade começam a apresentar alguma dificuldade para urinar e levantam a noite mais vezes, confundindo esses sintomas com o câncer prostático.

A próstata pode apresentar um crescimento benigno ocasionando os sintomas descritos acima, é a hiperplasia prostática benigna.

Quais os Sintomas?
O câncer de próstata é assintomático na grande maioria dos casos, daí a importância dos exames preventivos.

Como previnir o câncer de Próstata?
Após os 45 anos de idade todos os homens devem realizar exames urológicos de prevenção anualmente. Os homens que tenham parentes com câncer na família (câncer de mama ou próstata) devem iniciar os exames aos 40 anos.

Quais os exames que devo fazer?
O exame de prevenção consiste na realização de um ultra-som de vias urinárias (rins, bexiga e próstata), dosagem sanguínea de PSA e toque retal. O ultra-som permite a avaliação do volume prostático, volume urinário residual e regiões prostáticas suspeitas (nódulos). O PSA (Antígeno Prostático Específico) é uma glicoproteína liberada pelas células prostáticas. Tanto as células normais como as acometidas por neoplasia produzem o PSA, porém, quando o câncer está presente geralmente os níveis são mais elevados. É considerado como normal valores inferiores à 4ng/ml.

O toque retal?

O toque retal é de suma importância uma vez que uma porcentagem grande dos tumores estão localizados no lobo posterior da próstata (local acessível ao toque), e que aproximadamente 25% dos pacientes com câncer de próstata apresentam níveis normais de PSA.

Como é feito o diagnóstico de certeza?
O ultra-som transretal com biópsia prostática atualmente é realizado com o mínimo de risco e permite a confirmação diagnóstica através de estudo histológico. Deve ser realizado nos casos de PSA elevado (superior a 4) e em casos de nódulos diagnosticados ao toque retal ou ultra-som.

Qual é o tratamento do câncer da Próstata?
Quando o diagnóstico do câncer prostático é precoce, podemos instituir tratamentos considerados curativos.

Tipos de tratamento:

• Prostatectomia radical - Cirurgia que retira a próstata com sua cápsula, e as vesículas seminais;

• Radioterapia - Que pode ser a convencional, a conformacional, e a braquiterapia;

• Bloqueio hormonal;

• Orquiectomia - Retirada do estroma testicular;

• Medicamentoso - Bloqueia a produção de testosterona.

Verdades:

1. O câncer de próstata é silencioso, isso quer dizer que geralmente não causa sintomas.

2. A prevenção é de suma importância.

3. Tem cura quando diagnosticado precocemente.

4. Tem caráter familiar. Dessa maneira homens que tenham na família antecedentes de câncer (próstata, mama) tem maior predisposição.

Mentiras:

1. O toque retal não é necessário.

Quase todos os dias ouvimos, pacientes referindo notícias que o toque retal não é mais necessário pois existe exame de sangue (PSA) e ultra-som (transretal) que substitui esse exame. Não é verdade pois existem casos em que o PSA é normal e o toque constata um pequeno nódulo.

2. O ultra-som substitui o toque retal.

É mentira pois os dois exames se complementam. O exame de ultra-som por via abdominal ou transretal avalia o volume da próstata. Como essa glândula é heterogênea (irregular) esse exame não é muito preciso para identificar nódulos pequenos, no entanto, a importância do exame transretal está em permitir coleta dirigida de biópsias em locais suspeitos.

Prof.: Dr Júlio José Máximo de Carvalho - Telefone: (11) 3832-0505

Voltar
 
Publicações




Falando sobre o HPV
Papilomavírus humano




Manual prático do HPV
Papilomavírus humano

Copyright © Insituto Garnet - Rua Búlgara, 190 - Lapa - São Paulo - CEP 05057-060 - Fone: (11) 3832-0505 - Última atualização em  26/06/2009
Desenvolvimento: Primeira Impressão Design