Vírus HPV



Conheça o hotsite
sobre o Vírus


Atenção!

1. Use sempre camisinha.

2. É muito importante que você procure seu médico de confiança.

3. Algumas ilustrações colocadas neste site foram encontradas na Internet sem autoria conhecida.  Caso alguém que detenha a autoria queira a remoção é só nos comunicar, e-mail

4. Clique aqui e veja quais são os Objetivos do Site.



Andropausa

É um fenômeno que o homem entre os 45 e 55 anos de idade pode experimentar devido a diminuição na produção hormonal, similar à menopausa que ocorre na mulher.

Quais são os principais sintomas da andropausa ?

1. Perda do interesse sexual;
2. Irritabilidade;
3. Insônia;
4. Depressão;
5. Cansaço;
6. Instabilidade emocional;
7. Perda de peso;
8. Perda da força muscular;
9. Perda do interesse por coisas que gostava antes;
10. Sentimento de tristeza;
11. Ereções menos fortes;
12. Diminuição na capacidade de realizar esportes;
13. Sonolência após o jantar;
14. Diminuição da capacidade de trabalho.

Todos os homens que apresentam esses sintomas estão na andropausa?

A meia idade é uma fase complicada na vida de muitos homens.
Muitas mudanças ocorrem no âmbito profissional, familiar, social, etc. Isto torna difícil diferenciar sintomas decorrentes dessas mudanças devido a deficiência de testosterona. Contudo se você apresenta algum dos sintomas referidos acima, você pode estar com diminuição dos índices de testosterona.

Qual a diferença entre Andropausa e Menopausa?

Ambas ocorrem devido à diminuição na produção hormonal. Na mulher esta fase ocorre de modo abrupto, marcado pelo término da menstruação, enquanto que no homem não há um sinal específico, e, a diminuição na produção da testosterona ocorre de maneira gradativa, e, muitas vezes muito tardiamente, aos 60 ou 70 anos.

O que pode agravar o aparecimento da Andropausa?

Embora com a idade, a diminuição dos níveis de testosterona ocorra em todos os homens, nem todos experimentam a ANDROPAUSA, mas alguns fatores podem contribuir para que essa situação ocorra tais como:

1. Estilo de vida;
2. Estresse;
3. Álcool;
4. Obesidade;
5. Infecções.

Existe tratamento?

Tratamentos comuns como suplementos nutritivos, vitaminas e alimentação adequada podem ajudar no tratamento da ANDROPAUSA, mas não resolvem o problema de forma satisfatória.
O único tratamento realmente eficaz é a reposição de testosterona, que pode ser feita com medicamentos administrados por injeções intramusculares, implantes subcutâneos, gel e adesivos dérmicos.
Feita adequadamente, a reposição aumenta os níveis do hormônio masculino, recuperando a potência sexual, a libido, além de melhorar os distúrbios físicos característicos da ANDROPAUSA.

Posso tomar essas medicações sempre que quiser?

Não. A testosterona como qualquer outro medicamento apresenta contra indicações e cuidados especiais, por isso sempre que for necessária a reposição hormonal é importante uma reavaliação médica e laboratorial.

Todos os homens podem utilizar esse tipo de medicação?

Não. Sabemos que a reposição de testosterona pode piorar sintomas prostáticos. O crescimento e disseminação do câncer da próstata podem piorar com a administração de testosterona.
Sendo assim, esse tipo de medicação somente deve ser utilizado com orientação médica.

Quais os cuidados com a reposição de testosterona?

1. Sempre fazer a reposição hormonal com orientação médica;
2. Fazer avaliação prostática antes da reposição;
3. Dosagem de PSA;
4. Toque retal;
5. Ultra-som de próstata;
6. Realizar dosagem de testosterona antes e durante a reposição.

Conclusões:

O homem não pode ficar jovem de novo, mas consegue-se melhorar sua qualidade de vida.
Hormônios em Equilíbrio Equivale ao Homem em Equilíbrio

Prof.: Dr Júlio José Máximo de Carvalho - Telefone: (11) 3832-0505

Voltar
 
Publicações




Falando sobre o HPV
Papilomavírus humano




Manual prático do HPV
Papilomavírus humano

Copyright © Insituto Garnet - Rua Búlgara, 190 - Lapa - São Paulo - CEP 05057-060 - Fone: (11) 3832-0505 - Última atualização em  26/06/2009
Desenvolvimento: Primeira Impressão Design