Vírus HPV



Conheça o hotsite
sobre o Vírus


Atenção!

1. Use sempre camisinha.

2. É muito importante que você procure seu médico de confiança.

3. Algumas ilustrações colocadas neste site foram encontradas na Internet sem autoria conhecida.  Caso alguém que detenha a autoria queira a remoção é só nos comunicar, e-mail

4. Clique aqui e veja quais são os Objetivos do Site.



Tese em Doutorado

RESUMO:
A importância dos estudos sobre a infecção pelo HPV vem crescendo a cada dia que passa. São inúmeros os estudos em clínica ginecológica estudando parceiros de mulheres infectadas por esse vírus, porém poucos são os estudos em clínica urológica. Na tentativa de identificar prováveis grupos de risco, este estudo objetiva analisar os motivos da consulta e das indicações de peniscopia em pacientes com suspeita de apresentar este tipo de infecção, que foram submetidos à peniscopia e à pesquisa de DNA do HPV em biópsias de lesões clínicas e subclínicas (por biologia molecular) para confirmação diagnóstica.

Avaliamos sete grupos de pacientes, estabelecidos de acordo com o motivo da consulta, a saber: pacientes que procuraram a clínica porque a parceira apresentava infecção por HPV; pacientes que procuraram a clínica por apresentar lesão verrucosa; pacientes com balanopostite de repetição; pacientes que já haviam apresentado HPV no passado; pacientes que apresentavam alguma outra DST (especificamente uretrite, sífilis, herpes ou molusco); pacientes que procuraram a clínica por outras doenças ou condições (impotência sexual, infertilidade, HPB, exame pré-nupcial, vasectomia, dor inguinal, dor testicular, tumor de testículo, varicocele, eczema escrotal, avaliação de rotina e outras), e apresentaram ao exame alguma suspeita clínica de infecção pelo HPV, como verrugas ou pápulas; e pacientes que declararam ter múltiplas parceiras (considerando acima de cinco parceiras diferentes ao ano). Encontramos maior freqüência dessa infecção nos pacientes que procuraram a clínica urológica por outras doenças.

Concluimos que os grupos de risco para infecção pelo HPV incluem pacientes com lesão visível, história prévia de condiloma, parceira com infecção pelo HPV, balanite de repetição e outras DSTs. Existe associação significativa entre infecção por HPV e presença de uretrite e a maioria dos pacientes com HPV confirmado por biologia molecular apresentam condições subclínicas para esse diagnóstico e procuram a clínica urológica por outros motivos que não apenas aqueles associados com esse tipo de infecção.

Clique aqui, para fazer o download do PDF completo.

Voltar
 
Publicações




Falando sobre o HPV
Papilomavírus humano




Manual prático do HPV
Papilomavírus humano

Copyright © Insituto Garnet - Rua Búlgara, 190 - Lapa - São Paulo - CEP 05057-060 - Fone: (11) 3832-0505 - Última atualização em  26/06/2009
Desenvolvimento: Primeira Impressão Design